Um e Duplo, de Ester Grispum

Binder3-0 Binder3-1 Binder3-2 Binder3-3Binder3-4

Sobre Ester Grinspum

(Recife, PE, 1955) Desenhista, escultora, gravadora, pintora e ilustradora. Estuda com Luiz Paulo Baravelli (1942) e Marcello Nitsche (1942) no Instituto de Arte e Decoração - Iade. Estuda na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo - FAU/USP, entre 1973 e 1977. Nesse período, mantém contato com os artistas Renina Katz (1926), Flávio Império (1935-1985), Claudio Tozzi (1944), Flávio Motta (1916), e com os críticos Aracy Amaral (1930) e Luiz Carlos Daher. Em 1981, realiza sua primeira individual, com desenhos e aquarelas, na Pinacoteca do Estado de São Paulo - Pesp. A artista revela, em sua produção dos anos 1980, o diálogo com a história da arte local e internacional. Em 1988, realiza sua primeira escultura, que integra a instalação O Duplo e o Tempo, apresentada na 20ª Bienal Internacional de São Paulo, no ano seguinte. Na década de 1990, recebe, entre outras, bolsa de pesquisa para artistas da Fundacion Helena Segy, Paris; bolsa de trabalho do European Ceramic Work Center, em s'Hertogenbosch, Holanda; e bolsa de residência na Cité des Arts, Paris. Em 2004, é apresentada a mostra Ester Grinspum - Uma Antologia, na Pesp, com curadoria do historiador da arte Tadeu Chiarelli.