Basta de resenha elogiosa

A poesia Luis Dolhnikoff: Venho há algum tempo me referindo a certa pequenez generalizada que tomou conta da poesia brasileira. Você acha que a poesia caminha para a irrelevância, ou, ao contrário, discorda frontalmente desse diagnóstico? Se sim, há algo a ser feito? Aurora F. Bernardini: A poesia não caminha para a irrelevância. Muito pelo […]

Marinetti e o futurismo

Em 1893, vindo de um colégio de jesuítas de Alexandria (Egito), o jovem e abastado Filippo Tommaso Marinetti chega a Paris a fim de completar sua educação, imbuído de classicismo/catolicismo, oriundos de um ambiente onde existe a dominação dos colonizadores e a submissão da população árabe oprimida e desnutrida. Se, por um lado, desenvolve-se nele […]

FUNDAÇÃO E MANIFESTO DO FUTURISMO

Havíamos velado a noite inteira – meus amigos e eu – embaixo de lâmpadas de mesquita com cúpulas de latão perfurado, estreladas como nossas almas, porque como estas irradiadas pelo fulgor fechado de um coração elétrico. Tínhamos pisado longamente sobre opulentos tapetes orientais nossa acídia atávica, discutindo diante dos limites extremos da lógica e enegrecendo […]

HISTÓRIAS DA GUERRA – POEMAS E ENSAIOS DE CHARLES BERNSTEIN

Histórias da Guerra (Seleção, tradução e prefácio de Régis Bonvicino com a colaboração de Maria do Carmo Zanini, Martins, 2008). É assim que o poema longo “War stories” ,traduzido por Régis Bonvicino como “Histórias da guerra”, pièce de résistence do livro homônimo da editora Martins ( 2008), feito de percucientes aforismos e surpreendentes  associações, se […]