Sobre Elisa Biagini

Nasceu em Florença, Itália, em 1970, onde se formou em História da Arte Contemporânea. Logo em seguida ao mestrado, mudou-se para os Estados Unidos para estudar e escrever uma tese de doutorado em Literatura Italiana Contemporânea. Trabalhou como professora em universidades norte-americanas, onde viveu por cinco anos. Seus poemas têm sido publicados em revistas literárias italianas importantes. Elisa Biagini publicou dois livros de poemas: Questi nodi (1993) e Uova (1999), este em versão bilíngüe italiano/inglês. Além disso, é tradutora da poesia de Sharon Olds e de Alicia Ostriker.

De uma ranhura

como na folha
enrrugada
que se alisa
resta a
marca
ranhura
que nos colore
a tinta.
(nós nos encharcamos
de infinitas arestas)

ELISA BIAGINI

Vejo meus textos como ferozes, lúcidos, nunca como bonitinhos ou resignados. – Elisa Biagini (Uncanny) bone (afinal esta é uma zona sísmica) Um ovo quebrado na goela a cada passo, leite velho de anos que coalha dentro da jarra, cheiro de pão, escuro: este espelhamento penteia-me os ossos, marmoriza o respiro. Tu me arrastas […]