Sobre Fernando Escobar Páez

Equatoriano, se aposentou – muito jovem – de ser “poeta” – um ato raro que pode ser entendido como crítica ao panorama atual, melífluo, sem ideias etc., e como reafirmação vigorosa da própria poesia. Elenasceu em Quito, Equador, em 1982. Poeta e narrador, traduzido para diversos idiomas: inglês, alemão, português e francês. Colabora regularmente em vários periódicos, nas seções de cultura e de política.

Sibila, lugares contemporâneos da poesia: Fernando Escobar Páez

O interesse, entre outros, pelo equatoriano FERNANDO ESCOBAR PAÉZ consiste no fato de que ele se aposentou – muito jovem – de ser “poeta” – um ato raro que pode ser entendido como crítica ao panorama atual, melífluo, sem ideias etc., e como reafirmação vigorosa da própria poesia. Elenasceu em Quito, Equador, em 1982. Poeta e narrador, traduzido para diversos idiomas: inglês, alemão, português e francês. Colabora regularmente em vários periódicos, nas seções de cultura e de política.