Sobre Jean-Jacques Viton

Nasceu em 1933. Vive em Marselha. Passou a infância em Londres, 1934-1940. Voltou a residir em sua cidade natal, Marselha, durante a Segunda Guerra Mundial. Em seguida, mudou-se para Casablanca, Marrocos, 1945-1953. Navegou pelo mundo como funcionário da Marinha francesa entre 1955 e 1958. Foi administrador do Teatro Quotidien em Marselha (1958-1963). Membro do conselho editorial da revista Action Poétique, de 1963 a 1965, e novamente a partir de 1991. Colunista de teatro no diário La Marseillaise, Marselha (1964-1970). Cofundador e membro do conselho editorial da revista Manteia (1967-1974). Foi colaborador do Centro Literário Antoine Bourseiller (1971-1973). Cofundador, com Liliane Giraudon, do jornal Banana Split (1980-1990). Cofundador (1982) de Manicle Quartet (com Nanni Balestrini, Jill Bennett e Liliane Giraudon), que faz música com os poemas dos quatro poetas mencionados. Cofundador (2000), com Liliane Giraudon, de Comptoirs de La Nouvelle B. S.

Sibila, lugares contemporâneos da poesia: Jean-Jacques Viton

JEAN-JACQUES VITON nasceu em 1933. Vive em Marselha. Passou a infância em Londres, 1934-1940. Voltou a residir em sua cidade natal, Marselha, durante a Segunda Guerra Mundial. Em seguida, mudou-se para Casablanca, Marrocos, 1945-1953. Navegou pelo mundo como funcionário da Marinha francesa entre 1955 e 1958. Foi administrador do Teatro Quotidien em Marselha (1958-1963). Membro do conselho editorial da revista Action Poétique, de 1963 a 1965, e novamente a partir de 1991. Colunista de teatro no diário La Marseillaise, Marselha (1964-1970). Cofundador e membro do conselho editorial da revista Manteia (1967-1974). Foi colaborador do Centro Literário Antoine Bourseiller (1971-1973). Cofundador, com Liliane Giraudon, do jornal Banana Split (1980-1990). Cofundador (1982) de Manicle Quartet (com Nanni Balestrini, Jill Bennett e Liliane Giraudon), que faz música com os poemas dos quatro poetas mencionados.