Sobre Luciano Trigo

Luciano Trigo nasceu no Rio de Janeiro em 1966. Como jornalista, foi editor do caderno de livros "Prosa & Verso", no jornal "O Globo" e editor da revista "Poesia Sempre", da Biblioteca Nacional, entre outros cargos. É autor de obras de ficção, ensaios literários (como "O Viajante imóvel" e "Engenho e Memória - Prêmio José Lins do Rego da ABL), de um ensaio sobre arte contemporânea ("A grande feira") e de quatro livros infantis. Seu primeiro livro de poesia foi "Motivo" (2013).

Quatro poemas de Separação

sinto sua falta quando está longe,
mas de perto me falta espaço.
se a distância nos aproxima, algo
sempre nos separa quando estou
com ela – e nos liga depois da partida.
algo em mim resiste e fica do lado
de fora quando entro nela: procuro
aquilo que só existe quando ela vai
embora, deserto desejo que só me
assalta quando não a vejo.
na sua presença não sinto o que sua
falta provoca, a unidade que almejo
quando somos dois. se a sua ausência
me assalta, na sua presença minto.
e assim seguimos nessa novela,
equilíbrio precário, poema sem rima,
abraço que não toca. dança solitária
e sem cenário, soma sem resultado,
presente sem futuro, labirinto.
a pegada inesperada na areia
de uma praia deserta.
a porta que se fecha com violência
numa casa vazia,
sob a lua cheia.
o segredo que ninguém sonhava.
o telefone anotado num papel