Bárbaros e Ameríndios em MundoBraz!

Desde um ponto de vista mais genérico, sabemos que há como uma geografia do tempo que varia ao longo das culturas, conforme sublinhou Krysztof Pomian. O topo do tempo pode estar localizado mais no passado, como na antiguidade que valorizava a origem, ou mais vetorizado pelo futuro, como na modernidade que reverencia o progresso, ou é aspirada pelo acúmulo infinito da flecha do capital.