Sobre Stefano Raimondi

Nasceu em Milão, onde mora, em 1964. Formado em Filosofia, fundou a revista Materiali di Estetica. Seus poemas e ensaios sobre as obras dos poetas Philippe Jaccottet, Yves Bonnefoy, René Char, Paul Celan, Nelly Sachs e o pintor Nicholas de Staël foram divulgados em diversas revistas italianas. Publicou também uma monografia sobre a obra do poeta italiano Vittorio Sereni. Os poemas aqui traduzidos foram extraídos do livro La città dell’orto (Bellinzona, Casagrande, 2002).

Poemas de Stefano Raimondi

Estranho quando as palavras
da vida começam a tremer
quando não basta nem mesmo o eco
de uma espinha dorsal
para juntar todas as noites.
Dar um empurrão no silêncio
até que ele caia, não basta.

Não há bem que faça
ficar em pé uma palavra sozinha.