As traduções do sol

Maiakovski nasceu na Geórgia em 1893. Aos catorze anos entrou para a facção bolchevique do Partido Social-Democrático Operário Russo, tendo sido preso várias vezes. Entrou na Escola de Belas Artes, onde se encontrou com David Burlyuk, que foi o grande incentivador de sua iniciação poética. Em 1912, com David Burlyuk, Khlebnikov e Kruchonykh, publica o manifesto cubo-futurista  “Uma bofetada no gosto do público”. Após a Revolução, trabalhou na Agência Telegráfica Russa e na revista LEF.