Bruce Andrews in Rio – two videos

BRUCE ANDREWS (1948)

Poeta, compositor, designer de som e performer nascido em Chicago, fundou, com Charles Bernstein, a revista L=A=N=G=U=A=G=E, iniciadora do movimento estético, já findo, de mesmo nome. É autor de mais de quarenta livros, incluindo poesia e ensaios. Desde 1975, Andrews leciona ciências políticas na Fordham University, com enfoque em capitalismo global, imperialismo americano, políticas de comunicação e cobertura política. Está também envolvido em uma série de colaborações em projetos multimídia, teatrais e performances. Foi durante muitos anos diretor do Sally Silvers & Dancers.

MÁRCIO-ANDRÉ

Márcio-André é perfomer, editor-chefe da Revista Confraria, poeta e ensaísta. Recebeu, em 2008, a Bolsa Fundação Biblioteca Nacional e, em 2009, morou em uma residência para artistas em Monsanto, Portugal. Deu aulas de formação avançada em escrita criativa e poesia sonora na Universidade de Coimbra e de teoria literária na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Com seu último espetáculo de poesia sonora, Indivisible, fez apresentações em São Paulo, Ouro Preto, Belo Horizonte, Porto Alegre, Coimbra, Lisboa, Porto, Paris, Buenos Aires e Londres. Em 2007, realizou performance nas ruínas da cidade fantasma de Chernobyl, tornando-se “o primeiro poeta radioativo do mundo” (risos). Seu poema “O objeto” deu origem a uma peça coral do compositor Jean-Pierre Caron, recentemente apresentada em Bogotá.

 

Gravado em 24 de julho de 2009