A fadista Ana Moura canta “Esta noite”

Esta noite – Ana Moura | LyricsTranslate.com/pt-br

Esta noite

Esta noite saio à rua
Não vou carpir mais as mágoas
Neste meu quarto fechado
//:O que no peito se amua
São dores e eu triste trago-as
Na boca em forma de um fado://

Esta noite não me escondo
Entre as mãos trémulas frias
Da solidão a buscar-me
//:Sai-me do peito redondo
Um suspiro e as agonias
A que não quero mais dar-me://

Esta noite não reclamo
A luz sombria do quarto
Em que a mágoa se acentua
//:Ponho de parte o que eu chamo
A dor de um passado ingrato
Esta noite saio à rua://

Letra: Jorge Fernando e música: de Alfredo Marceneiro