Bolso

Régis, aproveito a ocasião e o momento para elogiar sua coragem em enfrentar os “gestores” da “cultura” de São Paulo. Eles, no entanto, vão passar, tenha certeza. Forte abraço. Luis Fernando Venegas Ps: Envio também o poema-resposta ao “rebelde” Cláudio Daniel ; ele foi publicado na revista Eutomia (2011), justamente com poemas dos Claúdios (Daniel e Willer), estranhamente o contato com a editora arrefeceu. Quem tem ‘Poiesis’ perde a “musa” e foca o bolso.

vem

com ó dio e outros sem áu dio
faz tempo que tudo des man cha no ar
a soli dez da ebu lição in imiga de reis
sem pre tão solí citos, se li ga nei
de s vão
se os anéis dos dedos em riste
podem acenar os limites
os que me querem, mudo
podem falar e dar palpites
vai
como ogã com xá de lei
tiê bar do V negas à rua
o bom e nu tri ti vo que as sei
ité m i r a bem, cisma com crua