Mesa branca

Fotografamos o post, sabendo que ele será falsificado após a leitura desta nota. No panfleto em que pede boicote à revista Sibila (de 3 de março de 2012) – em clara sessão de nostalgia da censura à divergência – Cláudio Daniel se refere à “sessão de cartas” deste periódico literário. Como aqui não é mesa-branca, não há tal, mas apenas uma “seção” (do verbo seccionar = dividir) de cartas. Fica assim esclarecido mais esse engano do referido documento. Sibila, dia 23 de março de 2012