Poema abominável

Régis,
Dircinha e eu lemos o abominável poema-ataque de Frederico Barbosa. Isso não se faz. É uma das peças mais repugnantes que lemos ultimamente. Lamentamos muito o covarde ataque à tua pessoa e à tua família. Tenha a nossa solidariedade. Um abraço, Sérgio Medeiros, Professor da UFSC

Sobre Sérgio Medeiros

Poeta, tradutor e professor de literatura na UFSC. Seu poema longo, “Retrato totêmico de Claude Lévi-Strauss”, será publicado em outubro, nos EUA, na “Mandorla Magazine”, da Universidade de Illinois. Seu novo livro, “O sexo vegetal”, sairá no Brasil em breve.