Uma das jogadas mais baixas da história cultural recente

Não tenho condições de avaliar a programação da Casa das Rosas, mas tenho condições claras de avaliar o poema de Frederico Barbosa, que atinge a vida pessoal do poeta Régis Bonvicino. Trata-se de uma das jogadas mais baixas da história cultural recente. Barbosa é ocupante de um cargo público e fez este poema em resposta à uma crítica de sua atividade pública. A resposta de Barbosa, entretanto, não tentou dar conta das críticas de Luis Dolhnikoff, à sua administração, em Sibila. Mas, somente buscou atacar passagens trágicas da vida pessoal do Bonvicino, seu suposto adversário. Ignorar tal gesto não me parece à altura de ninguém e nem de Claudio Willer. Thiago Mendonça, no próprio blog de C.W.