VIDA DE POETA/DRUMMOND

 Globo.com, 22/05/2008

Estátua de Drummond tem óculos furtados em apenas 48 horas

É a terceira vez que acessório do poeta desaparece desde outubro do ano passado.
Reposição, feita na terça-feira (20/05/2008), havia custado R$ 3 mil à prefeitura do Rio.

Drummond

Apenas 48 horas depois de ter recebido novos óculos, o adereço da estátua de Carlos Drummond de Andrade foi furtado novamente. É a terceira vez que o poeta perde o acessório desde outubro do ano passado. Cada reposição custa à prefeitura R$ 3 mil.

“É puro vandalismo. Venho todo dia aqui, no local que ele gostava de se inspirar. Já roubaram os óculos três vezes e logo que puseram a estátua ela foi pichada”, lembra dona Maria Noronha, de 77 anos, ex-vizinha de Drummond. “Não sei como ainda não roubaram a estátua”, diz, indignada, a pensionista Rosa Maria Marinho, de 64 anos, também freqüentadora assídua do local.

De acordo com a Secretaria municipal de Meio Ambiente, na próxima segunda-feira (26) o órgão deve ser reunir com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) para pedir que seja instalada uma câmera na Avenida Atlântica, em Copacabana, virada para a escultura para inibir o ataque de vândalos.

A estátua de Drummond já virou cartão postal da cidade e o busto do poeta é alvo todos os dias de dezenas de fotos tiradas com turistas e curiosos, que passam pelo calçadão da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na altura do posto 6.

 

OS ÓCULOS FURTADOS DE DRUMMOND
Executável somente pelo Internet Explorer

 

 

Ouça Drummond lendo seus poemas