Paolo Leminski, tr. Bernstein & Bonvicino

Leminski

[untitled poem from Caprichos e Relaxos, 1983]

My cut-off head
Thrown in your window
Moon-lit night
Window Open

Hits the wall
Loses some teeth
Falls to the bed
Heavy with thought

Maybe it’s scary
Maybe you’ll blink
Seeing by moon
The color of my eyes

Maybe you’ll think
It’s just your alarm clock
On the nightstand

Not to scare you
Only to ask kindlier treatment
For my sudden head
Departed

[Translated by Charles Bernstein and Régis Bonvicino.
This poem was included in Bernstein’s Recaculating.]


Minha cabeça cortada
Joguei na tua janela
Noite de lua
Janela aberta

Bate na parede
Perdendo os dentes
Cai na cama
Pesada de pensamentos

Talves te assustes
Talves a contemples
Contra a lua
Buscando a cor de meus olhos

Talvez a uses
Como despertador
Sobre o criado-mudo

Não quero assutar-te
Peço apenas um tratamento condigno
Para essa cabeça súbita
De minha parte

Paulo Leminski (1944-1989)

Sobre Charles Bernstein

Poeta e professor, nascido em 1950 em Nova Iorque, onde vive, é uma das principais forças das letras norte-americanas. Autor de vários livros de poesia e de crítica literária, é o co-fundador e co-editor de PennSound, o maior arquivo de leituras de poetas do mundo todo e do pioneiro Electronic Poetry Center. No Brasil, publicou o livro Histórias da guerra em 2008. Para ele, “a poesia é alguma coisa em longo prazo”. Nome de alcance mundial, ele afirma que o melhor suporte para sua poesia é o diálogo: “Tenho tido a sorte, desde quase o primeiro momento, de contar com bons companheiros”.