Sobre João Concha

Nasceu em Évora, 1980. Vive entre Lisboa e Londres, entre a escrita e as artes visuais. É um dos editores da “Inútil”, revista de poesia e imagem. Em 2013 fundou a “não (edições)”, chancela da qual é editor.

João Concha: Dois poemas

No lastro da sala
e eu à espera:
impressão de estar
nunca parado:
as paredes rodeando
vazios:
tudo forte
e sem função:
a geometria dos quartos
sempre fictícia:
só a distância entre
as estrelas:
uma escada não faz
uma cidade: