Uso de questões pessoais esvazia debate cultural

Não concordo com a crítica do Dolhnikoff na Sibila feita à Casa das Rosas, creio que é possível ser um pouco mais ponderado. Há, entretanto, aspectos negativos na Casa das Rosas. Mas há também positivos, como a excelente organização da Biblioteca Haroldo de Campos. Nunca fui de contemporizar nada. Outra coisa é a forma como você foi atacado pelo Barbosa, no poemeto.  Lamento enormemente e me solidarizo com você. Repudio o uso de questões pessoais no debate público, isso só alimenta mais ainda os argumentos daqueles que chamam a atenção para a falta de um debate verdadeiramente cultural entre nós. Abraço do Ronald Polito

EXPOSIÇÃO NO PARQUE LAGE: reinvenção do quê?

É realmente incrível que uma exposição seja montada para abrigar tão poucos objetos num espaço bem amplo. Não é possível que apenas esses seis artistas se afinem com os interesses da curadoria: “produções em que o tempo seja o núcleo de processos e a noção de lugar, um lócus entre o real e o imaginário”, como está dito no texto de divulgação da exposição no site do Parque Lage. Essa noção é tão vaga e tão ampla que é capaz de abrigar praticamente todos os outros artistas que trabalham nessas margens entre linguagens.

O que será da casa de Rui Barbosa?

Outro disparate, de Emir Sader, é supor que, a partir de sua gestão, a FCRB passará a discutir o Brasil contemporâneo, fazendo tábula rasa de tantos eventos promovidos por essa instituição nos últimos anos que, precisamente, discutiram diversas facetas da contemporaneidade cultural e literária, não só do Brasil, mas do mundo. Mais ainda, parece que o ponto forte de sua gestão será “fazer seminários”, como se as universidades, os espaços culturais etc. não estivessem lotados de seminários, geralmente irrelevantes, o ano inteiro.

Poemas do espanhol Antonio Machado

Está completando setenta anos da morte de Antonio Machado (1875-1939), um dos poetas mais significativos da chamada “Geração de 98” da Espanha. No Brasil, no entanto, sua obra foi pouco traduzida, sendo conhecido apenas por aqueles que se interessam pelos poetas espanhóis. Até onde pude verificar, não existe nem sequer uma antologia de seus poemas [...]